People Analytics: o que é e porque você precisa conhecer

Humanus

people analytics

Felizmente, a gestão de pessoas está em constante transformação e todos os dias se reinventa, para apresentar novas formas de gerenciar e se relacionar com pessoas. Hoje em dia, é possível notar uma grande utilização de aspectos tecnológicos junto à gestão, assim como o People Analytics, que abordaremos neste artigo.

O que é People Analytics?

People Analytics, de uma forma descomplicada e direta, é a coleta e análise de dados voltada para a gestão de pessoas dentro de empresas. O conceito nasceu a partir de big data, que é a coleta, armazenamento e análise de dados em grande volume.

A fim de mostrar dados que realmente colaborem com a análise das equipes presentes na empresa, a coleta de dados a partir do People Analytics consegue medir fatores como engajamento, produtividade, satisfação, entre outros. Para isso, é dividido em 4 etapas:

  • Coleta de dados;
  • Cálculo;
  • Análise;
  • Modelagem.
  • A coleta é o principal momento de reunir todos os dados e informações que serão analisados a partir do sistema de People Analytics. Esses dados são diversos e podem vir dos mais variados locais, como redes sociais, de dentro da empresa, dos currículos, sistemas de gestão, entre outros.
  • Já com a finalidade de ter um resultado mais próximo da realidade, os cálculos auxiliam na análise detalhada de dados, fazendo com que o gestor tenha uma boa noção dos resultados. Além disso, é válido frisar que quanto mais diversos e variados forem os dados coletados, mais amplas serão as análises.
  • Com os cálculos é possível descobrir as respostas para todas as dúvidas e perguntas que a empresa tem. As respostas são mostradas de maneira clara, bem estruturada e de fácil entendimento.
  • A análise é a etapa mais importante do People Analytics. Pois, com todos os dados coletados, calculados e analisados, é possível tomar as melhores decisões para o bem-estar da corporação, fazendo com que ela cresça sempre mais.
  • Logo após a análise, a modelagem torna possível cruzar todos os dados, incluindo suas variáveis, números e pesquisas que foram colhidas anteriormente. Utilizando-a, será possível descobrir a conexão dos colaboradores para com a escolaridade, bem como as promoções que recebem. Além disso, também é possível analisar o tempo de casa com o aumento salarial, etc.

Maiores benefícios do People Analytics

A utilização de dados calculados e minuciosamente analisados, faz com que a gestão torne-se muito mais eficaz. Afinal, é possível tomar decisões baseadas em dados que realmente fazem sentido e, dessa forma, planejar planos de carreiras, implementar estratégias, realizar contratações, demissões, etc. Confira outros benefícios:

1. Descobrir a principal motivação dos colaboradores

Manter a equipe engajada é uma missão que não é tão fácil quanto muitas pessoas pensam. Afinal, é necessário descobrir aquilo que motiva cada um e o que influencia diretamente no engajamento e produtividade. Com o People Analytics, é possível ajustar processos, rever setores, situações, entre outros aspectos que podem estar impactando a produtividade da equipe.

2. Contratações assertivas

Encontrar o funcionário ideal para uma empresa nem sempre é fácil. Além disso, a oferta de currículos é enorme, o que faz com que muitos profissionais de RH sintam-se um pouco confusos e apertados para analisar calmamente um por um. O People Analytics consegue fazer com que o RH encontre candidatos que mais se assemelham ao perfil da empresa e, assim, contratá-los.

3. Acompanhar o rendimento da empresa

O People Analytics permite que o RH consiga acompanhar de perto as mudanças, conquistas, engajamento e demais resultados da empresa. Dessa forma, é possível, caso necessário, implementar mudanças assertivas e que farão a empresa como um todo decolar.

Como implementar o People Analytics?

Entender os benefícios e as estruturas que compõem o People Analytics nem sempre é o suficiente para que ele seja colocado em prática dentro da empresa. Por isso, seguir alguns passos pode ser um dos caminhos mais eficazes para a implementação. Alguns deles são:

Identifique os problemas e objetivos

Para dar início ao uso do People Analytics, primeiro é preciso fazer um levantamento e ver quais os principais problemas enfrentados pela corporação. Assim, ao saber qual problema precisa ser resolvido, é possível saber qual objetivo a empresa deseja alcançar com a remoção do obstáculo.

People analytics: coleta de dados

Como dito anteriormente, é preciso coletar dados. Entretanto, essa coleta deve ocorrer de maneira estratégica para que os problemas sejam solucionados e a empresa atinja o objetivo desejado. Logo, é preciso saber o que é necessário coletar e somente depois analisar.

É importante ressaltar que, por exemplo, não é correto focar somente no desempenho, mas sim como o funcionário fez para atingi-lo.

People analytics: defina as métricas

Métricas e indicadores são de grande importância no People Analytics. Após coletar os dados, é preciso definir métricas e indicadores para eles. O principal objetivo nesse momento é contextualizá-los para que seja possível analisar todos eles sob uma mesma visão e compará-los.

Analise a relação entre os dados

Com todos os dados, métricas, estratégias e demais indicadores em mãos, é preciso encontrar a semelhança e relação entre eles. Para exemplificar, é como se uma mesma prova fosse passada igualmente para todos os colaboradores e assim seria possível ver quem possui mais aptidão para resolvê-la.

Pense além

Mesmo que possa parecer estranho, pensar no futuro e enxergar além é algo que realmente deve ser feito durante a implementação do People Analytics. Ou seja, com todos os dados analisados e o resultado em mãos, fica muito mais fácil para a equipe de RH planejar determinadas ações, campanhas, estratégias, bem como resolver questões que necessitam de uma atenção especial.

Assim como tudo aquilo que é de certa forma novo no mercado, ainda há muito o que saber sobre o People Analytics e a sua utilização na gestão de pessoas. Porém, é muito importante que as empresas não o percam de vista e, dessa forma, consigam cada vez mais informações eficazes.

Afinal, todo gestor que se preocupa com sua corporação, sabe o quanto ter conhecimento e ferramentas ágeis pode influenciar positivamente na tomada de decisões. Logo, estudar e implementar o People Analytics é uma ótima ideia, mas que precisa da cooperação de todos e um bom planejamento.

Posts Relacionados

Descubra como o RH pode dar uma forcinha na saúde mental do time

5 ações de RH para intensificar o crescimento da sua empresa

Transformação digital no RH: veja como pode ajudar na otimização de processos

Como serão os profissionais do futuro?

Comentários